Fechar pesquisa
Como decantar um vinho?

Como decantar um vinho?

Já deve ter ouvido falar em decantação, mas será que sabe qual a importância desta técnica e o impacto que tem na degustação do vinho? Saiba tudo com as dicas do nosso enólogo.

Atualizado a 27/05/2024
5 MINUTOS DE LEITURA
Como decantar um vinho?

A decantação é um processo que permite arejar, ou oxigenar, o vinho. Este pequeno arejamento pode alterar muito significativamente o seu sabor e, por isso, é considerada uma técnica tão importante na hora da degustação.

Mas como se faz? Decantar um vinho não é mais do que verter cuidadosamente o vinho da garrafa original para outro recipiente, chamado decantador. E pode-se decantar todos os vinhos? A resposta é, não. Os brancos, rosés e tintos velhos, que não tenham depósito, não precisam ser decantados. O mesmo com os espumantes e a maioria dos vinhos brancos.

Vamos esclarecer todas as dúvidas.

Por que se deve decantar um vinho?

Os vinhos quando estagiam em garrafa estão durante muitos meses, ou mesmo anos, sem contacto com o oxigénio. Quando abertos, necessitam de “respirar”, ou seja, de libertar através do arejamento sabores que estão escondidos.

No fundo, existem duas razões principais para decantar um vinho: A primeira, é que este processo ajuda a separar sedimentos, que acontecem naturalmente num envelhecimento prolongado de vinhos tintos ou licorosos. No entanto, estes vinhos mais velhos, raramente, ganham em ser decantados, pois a excessiva oxigenação retira alguns aromas mais sensíveis e voláteis resultantes do estágio em garrafa (Bouquet).

A segunda, é simplesmente pela qualidade. Os vinhos mais jovens ganham muita qualidade ao serem decantados – por vezes, 1 a 2 dias antes de serem bebidos. Os vinhos muito adstringentes (sabor a casca de banana verde) e novos, por exemplo, vão ficar muito mais macios e suaves ao serem decantados.

Como se decanta um vinho?

Este processo requer alguma paciência e tempo, mas pode mudar significativamente a experiência de degustação. Para o fazer, deve-se seguir estes passos:

  1. Colocar a garrafa na vertical, durante pelo menos 24 horas antes da decantação. Isto vai garantir uma compactação dos sedimentos no fundo da garrafa;
  2. Abrir a garrafa com o mínimo de movimentos bruscos para evitar levantar os sedimentos;
  3. Aproximar, lentamente, o gargalo da garrafa do decanter e colocar o decanter a 30º;
  4. Entornar o vinho devagar, mas sem interrupções, inclinando progressivamente a garrafa. Deve-se usar uma luz para ver a limpidez do vinho.

Uma dica: evite que os sedimentos cheguem à ponta do gargalo – é preferível perder um bocadinho de vinho, do que estragar todo o vinho já no decanter. Depois deste processo, pode usar os sedimentos para cozinhar.

Quanto tempo antes de servir se deve decantar um vinho?

Alguns vinhos ganham em ser decantados até dois dias antes de servir, outros podem sê-lo praticamente no momento imediato. Aqui vão algumas dicas:

Os vinhos mais velhos, brancos e rosés, devem ser decantados no máximo 2 horas antes de serem servidos.

Já os vinhos tintos e Portos Ruby, quanto mais novos e mais potentes, mais ganham com maior tempo de decantação antes de serem servidos. Por exemplo, um vinho tinto do Douro, muito concentrado, caro e feito para guardar mais de 10 anos, deve ser decantado no dia anterior.

Mas, atenção, mais vale decantar a menos do que a mais. Em caso de dúvida, decante antes de servir, porque o excesso de arejamento pode mesmo estragar um vinho.

Quais os tipos de decanter?

Existem vários tipos de decantadores, ou decanters, mas, geralmente, trata-se de um recipiente de vidro, de gargalo mais apertado e de bojo largo. Este formato permite um bom arejamento do vinho, sem entornar, e facilita o serviço.

  1. Decanter clássico: É o tipo de decantar mais comum. De vidro ou cristal, tem um design simples e elegante, com uma base larga e uma parte superior estreita, para facilitar a decantação.
  2. Decanter U-shape: Este decanter tem uma forma em “U”, o que permite uma maior superfície de contacto entre o vinho e o ar, facilitando o arejamento.
  3. Decanter swan: O nome vem da sua forma invulgar, que se assemelha a um cisne, com um pescoço longo e curvo que se abre em uma base larga. É tanto funcional, quanto esteticamente atraente.
  4. Decanter carafe: Tem um design mais contemporâneo, com linhas limpas e geométricas. Alguns podem ter formas mais angulares, enquanto outros têm uma aparência mais suave e arredondada.
  5. Decanter ship: Este decanter tem a forma de um navio ou barco, com um casco alongado, que pode servir como uma área de superfície adicional para aeração.
  6. Decanter bulbous: Tem um corpo arredondado e volumoso, uma base larga que se estreita em direção ao topo, e costuma ser indicado para vinhos mais velhos que podem ter mais sedimento.

Como decantar uma garrafa de grande formato?     

É mais raro, mas pode acontecer: o que se deve fazer quando se tem uma Magnum (1500ml) ou mesmo de três ou 6 litros? Deve-se decantar para um decanter e parar, ou utilizar vários decanters e não parar de verter a garrafa?

Os especialistas dizem que a segunda opção é a mais aconselhável. Com esta técnica, diminui-se o risco de levantar os sedimentos do vinho na garrafa.

Frederico Vilar Gomes
Enólogo Pingo Doce
Partilhar
Artigos relacionados